010.04 – Garantia Aterpa – Villa Borghese – Sistema de Bombas

No início da ocupação das unidades do Villa Borghese, racionamento de água era comum, isso porque as tubulações que levavam a água das sisternas (no terceiro sub-solo) para as caixas d’água (no último pavimento do edifício), se rompia nas juntas com o peso da coluna d’água, provavelmente por falha no material empregado; tanto é que foi sendo paulatinamente substituído, o que obrigava o desligamento das bombas e, via de conseqüência, racionamento do fornecimento da água que já estava na caixa.

vBorghese Bombas antigas

Após a substituição das conexões da tubulação e com a maior ocupação dos apartamentos, foi a vez das velhas bombas falharem por desgaste, gerando até um alto aquecimento do quadro elétrico que fora instalado pela Aterpa no mesmo ambiente operacional das bombas. Por isso, novos racionamentos se fizeram necessários para realizar os reparos.

vBorghese Bombas novas

Três novas bombas foram adquiridas pela administração para substituir as desgastadas bombas instaladas pela Aterpa desde os tempos da execução das obras, pois eram nescessárias para esgotar a água do lençol freático que naturalmente minava do terceiro sub-solo.

VBorghese Obras Bombas Sub-Solo 3 03/2010

Uma nova configuração para o sistema de bombas está sendo executada no mesmo local e, redimensionado, obrigou a construção de um compartimento anexo para o quadro elétrico, que diminui a garagem do 3º subsolo em pelo menos uma vaga.