Archive for May, 2010

Convocada assembléia em 02.06.2010

Monday, May 31st, 2010

Avizinhando-se, agora, assembléia convocada para 02-06-2010, cujo edital deixa evidente a resistência da administradora e do síndico à auditoria determinada na assembléia anterior, que a demora de 40 dias na confecção da respectiva ata já traía em intenções, a não exibição dos documentos solicitados na carta ensejou fossem tomadas providências pelo advogado, em nome próprio, visando interesse profissional, visto estar sendo prejudicado no exercício do ofício, mas outras medidas judiciais já haviam sido intentadas para preservar o direito dos consumidores de apartamentos da Construtora Aterpa S/A, vez que a fundação da AMACBARRA tornou possível o ajuizamento, a 28.04.2010, exatos 2 anos do habite-se, de uma medida cautelar de produção antecipada de prova contra a construtora e, também, contra o vizinho, a massa falida de Desenvolvimento Engª Ltda. (Múcio Athayde), cujos terrenos arrecadados (bosque e escola/creche), mal cuidados, uma vez alagados pela torrencias chuvas de abril, fizeram verter água nos subsolos de garagem do Villa Borghese, por semanas a fio.

A ação recebeu despacho do juiz para dar vista do processo ao Ministério Público, este que, por sua vez, levando o processo em 03.05.2010, só o devolveu em 02.06.2010, mas o administrador da massa falida recebeu o recado e mandou drenar o que havia sobrado da água acumulada, desbastou o mato em torno da torre H etc, requerendo, e rapidamente obtendo, daquela mesma 3ª. Vara Empresarial onde se vai realizar a perícia requerida, autorização para leilão antecipado do terreno do bosque, no próximo dia 30.06.2010, conforme edital publicado no D.O. do dia 28.05.2010, página 9.

A fundação da AMACBARRA também foi comunicada ao Desembargador Relator do caso da propaganda enganosa no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, com um pedido de litisconsórcio que supere o óbice formal posto pela sentença para exame da petição da ação civil pública.

Além dessas, outras providências judiciais estão sendo tomadas pela AMACBARRA para consecução de seus objetivos, assim como pelo advogado contratado para auditoria, em prol de seus clientes, para que o trabalho se complete, sem maiores delongas.