Cartas

2 de novembro de 2000


Prezado Condômino(a)

No momento, os saldos devedores confessados atingem um valor que somado aos das unidades não vendidas, estoques e disponibilizadas, permite, sem sobra de duvida, afirmar-se que será possível viabilizar o aporte financeiro necessário a conclusão dos nossos empreendimentos.

Em função das eleições municipais recentemente ocorridas, passamos por um breve atraso no trâmite do processo administrativo de aprovação dos projetos de arquitetura e, conseqüentemente, na obtenção do licenciamento das obras; ultimas peças inconclusas e necessárias para a execução conjunta dos registros de escrituras e do memorial de incorporação junto ao 9o RGI. Ou seja, os elementos básicos para obtermos recursos através de agente financeiro. Todavia, pelo município nos foi dado o prazo de até 8 de novembro para termos os referidos projetos liberados; ressalvadas as possíveis exigências.

Por oportuno, informamos que os traslados das escrituras de compra e venda que assinamos estarão sendo encaminhados ao 9o RGI para que este antecipe a prévia dos futuros registros, examinando as qualificações e os dados lançados no corpo daquelas escrituras. Em função da qualidade dos dados por nós administrados, não esperamos atrasos nesta etapa. Mesmo assim, poucos casos de dúvida e inexatidão poderão ocorrer, devendo ser prontamente esclarecido por quem seja solicitado.

Agradecemos a colaboração e o incentivo que nos é dado para atingirmos os nossos objetivos.