Cartas

17 de Junho de 1999

Prezado condômino / adquirente,

Estamos em fase de conclusão do processo jurídico que viabilizará a contratação de financiamento e conseqüente conclusão das obras da qual você é condômino / adquirente. Tome ciência do breve histórico deste processo e das perspectivas para o seu futuro imediato no resumo em anexo.

Por oportuno, informamos que uma página na Internet da Comissão de Obras já está disponível para acesso no endereço http://www.vborghese.com.br. Estamos lhe enviando também parte do referido site abordando o estágio atual das obras de recuperação além de um gráfico do tipo linha do tempo que interrelaciona todos os eventos jurídicos e de organização civil realizados até a presente data. A partir deste gráfico, é possível acessar diversos documentos na Internet, inclusive todas as peças do referido processo. Esta página web tem como objetivos:

Acompanhamento das obras
Este tópico visa possibilitar a todos os condôminos/adquirentes o acompanhamento das obras dos edifícios. No momento, estão sendo reportados itens físicos das obras de recuperação. Por oportuno, vamos cobrir as obras de conclusão com o acompanhamento fotográfico e com detalhes do cronograma físico-financeiro dos empreendimentos.

Acompanhamento jurídico
Este tópico, que ansiamos ser breve, visa dar amplo conhecimento e transparência mostrando claramente a absurda utilização de recursos protelatórios por parte da falida Encol. Com esse site, objetivamos valorizar o bom direito em nosso sistema judiciário por meio da publicação de todas as peças do nosso processo organizadas em um gráfico do tipo linha do tempo.

Conhecimento da organização civil
Foram disponibilizados neste tópico todos os documentos públicos que consolidam as nossas soluções de organização civil, tais como: atas das assembléias, convenções de condomínio, escrituras assim como a nossa correspondência enviada.

Compreensão e acompanhamento do golpe Encol
Por meio da publicação do livro, ainda inconcluso, "Encol Para Vítimas e Leigos" de autoria do Dr. Roberto Hely Barchilón, será possível esclarecer e acompanhar o obscuro e planejado processo de quebra, concordata e falência daquela que foi considerada a maior construtora do país.

Fórum de debates
Utilizando mecanismos de comunicação via web, esperamos, dependendo da participação da maioria dos interessados, estabelecer um fórum de debates que nos permitirá elucidar dúvidas e, no futuro, permitir a criação de uma comunidade virtual que deverá anteceder e continuar-se na comunidade física que habitará os condomínios.

Esta iniciativa se volta para o futuro uma vez que, no nosso caso, somente a transparência e a disponibilidade das informações possibilitarão a agregação de valores e a liquidez nesses investimentos imobiliários.


Rio de Janeiro 17 de Junho de 1999