Cartas

3 de novembro de 1997

A Associação vem por meio desta convocá-lo para uma reunião que se realizará no próximo dia 08.11.97, na UERJ, 3° andar auditório 31, às 10 horas da manhã.

Em nosso último encontro, realizado no teatro da Barra, propusemos a contratação de um Advogado, tendo em vista a hipótese de os proprietários do terreno do imóvel rescindirem o contrato de incorporação com a Encol.

Contudo, em face da pequena anuência dos associados, estabelecendo procurações ao profissional indicado, este recusou-se a nos representar.

Como previsto, a Construtora Cláudio Macário, proprietária do terreno, obteve em juízo a rescisão de seu contrato com à Encol e, por conseqüência, tomou posse do referido terreno.

Esta situação nos preocupa, contudo, segundo Advogados, ainda é possível uma tomada de posição que preserve os nossos direitos, por meio de ações e/ou negociações coletivas entre as partes.

Isto posto, necessitamos nos organizar ainda mais, e estabelecermos profissionais que nos representem neste cenário adverso.

Estas providências são necessárias e implicam em custos que deverão ser rateados entre nós. Se todos contribuírem não caberá a cada um, valores maiores do que uma assinatura de um bom jornal.

Certos de que você ainda tem interesses numa solução para o seu investimento, contamos com a sua presença, colaboração e se possível o aprovisionamento de quatro cheques a serem pré-datados até fevereiro de 98, prazo previsto por Advogados para a reincorporação de nosso empreendimento.

Rio de Janeiro, 3 de Novembro de 1997

A Diretoria